sábado, 1 de janeiro de 2011

Há de vir o que advém

Há de vir o que advém

Se tu quiseres hei de querer também,
Submeter-me-ei a seus termos passionais.
Farei tudo o que lhe convém,
Como vem comover, como vais...

Ser a vela em meus castiçais,
Será vela quando navegais,
Dentre as algas dos corais.

Se tu quiseres serei hélice quando voares,
Serei asas enquanto planares,
Sereia minha, água em meu aquário,
Sobre os planaltos elevados, receptor e emissário.

Serei Lince rasgando a neve,
No extremo do hemisfério.
Serás Alícia e serei seu coelho,
Guiando-a no chamariz das maravilhas.

Leve a sério, minha querida,
Imperatriz entre as orquídeas,
Duas passagens pras Antilhas,
Só de ida. Nossa ida.

Se tu quiseres sacrificarei meus compromissos,
Quando me chamarem serei omisso,
Somente a você responderei.

Corresponderei a qualquer gesto.
Ao piscar os cílios tu me resgata.
Farei campana, armarei protesto,
Escalando seu quarto, encenando a serenata.

Ansiarei na enseada avistar-te,
Dia, noite e madrugada, até despontar-te.

Voando baixo, flutuando alto,
Fluindo no fluxo fático,
Fatídico e provável,
Verídico enganável.

Se tu quiseres serei diálogo em seus quadrinhos.
Um quadro moldurado, descanso pros quadris,
Degraus em sua escada; padrinho, noivo e juiz.

Tantas palavras difíceis
Foram com muita dificuldade,
Alinhadas em pé de igualdade,
Com a única finalidade de dizeres:

- Ainda que não me queiras,
Farei tudo o que quiseres !
Contanto que me permita
A condição de verdes;

Verdes como as árvores,
Verdes como a esperança,
Plantada na lembrança
E cultivada a fim de brotar.
Se tu quiseres hei de querer também,
Há de vir o que advém !

(Compositor: Michel F.M.) © 2008

22 comentários:

Naia Mello disse...

o amor submete os fracos para fortes. O amor é o ponto de chegada e partida.

Maria Flor✿ܓ disse...

E o que não fazemos por uma Grande Amor?
Belissima poesia!
Meus aplausos!

Feliz 2011!

Beijos

Juliana Carla disse...

✩✩✩ Feliz 2011 ✩✩✩

"Nós abriremos o livro. Suas páginas estão em branco. Nós vamos pôr palavras nele. O livro chama-se Oportunidade e seu primeiro capítulo é o Dia de ano novo." (Edith Lovejoy Pierce)

Ingredientes: prosperidade, felicidade, amor, sonhos, luta, vencer! Sabedoria para construir o que se espera de um novo amanhecer.

Obrigada por estar comigo em 2010! Que hoje e sempre não seja diferente. Vamos somar aprendizados.

Bjuxx e xeroo

Juliana Carla
brailledalma.blogspot.com

Mari ~* disse...

Olá, gostei muito do post!
Estou te seguindo!

Beijinhos

Marise Ribeiro disse...

Michel, gostei do jogo de palavras e suas sonoridades. Parabéns!
Marise Ribeiro

Evy LO disse...

Hi, hey cute clob, is so interesting and amazing, please writting me, chao

Carolina Mancini disse...

As grandes verdades são incrivelmente simples e tocantes, assim como essa louca realidade que é esse seu texto (fictício ou não) é uma linda canção de amor.

Senhor da Vida disse...

Perfeita sintonia com a carta que tirei para meu blog hoje, o 2 de copas: Amor!
Bom findi a todos!

Luísa N. disse...

Linda canção-poema! Um Feliz Ano Novo!

O que Cintila em Mim disse...

Voando baixo planei no seu blog e gostei do campo de pouso.

Eliete disse...

Que amor imenso,lindo de se viver.Sua poesia alegra nossos corações.um abraço

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Caro amigo

Passei para visitar
seu espaço de sentimentos
e agradecer a visita feita
ao jardim das minhas palavras.

Como é bonito encontrar
palavras repletas de sentidos,
nascidas da verdade,
e do afeto.
Ser de alguém por opção.
Sonho dentro de um sonho.


Que sempre haja em tua vida
tempo para os sonhos.

H A R R Y G O A Z disse...

Brilliant.

Alana Bonifacio disse...

Olá, to seguindo aqui, se quiser passa lá no meu e me segue também ?
http://alanabonifacio.blogspot.com/
adorei seu blog :D
Beeijos !

MAILSON FURTADO disse...

Belo post...

Belo blog...

Parabéns muito bom seu espaço, voltarei aqui mais vezes...

Convido vc a conhcer meu trabalho (poesia, música, teatro)

Ficaria feliz demais!

http://mailsonfurtado.com

Domingos Barroso disse...

Meu camarada,
versos mágicos!

Poema aos uivos
pelas cordas
do violão
...

Massa!
Muito bom!

Forte abraço,
irmão.

guímel disse...

Maravilhosa poesia!

O amor é o sentimento mais sublime.

Bjsss

O que Cintila em Mim disse...

Seguirei teus passos Até te encontrar!

Maíra K. disse...

Quem ama, às vezes tem que ceder mas nunca ser submisso. Sendo assim, nós perdemos nossa essência e nos tornamos outra pessoa.

Beijos, boa semana!

Lai Paiva disse...

Belíssima. Um presente a quem lê e inspira. Bjs

Laércio Neto disse...

Nossa, muito poético e muito lindo. É extasiante sentir o eu-lírico se deixando submeter ao Amor. Lindoo !

cris belier disse...

" se tu quiseres "
Não deixa nenhuma possibildade de não querer.
Inspiração sempre, e que venha o que advém!

Related Posts with Thumbnails