quarta-feira, 8 de julho de 2009

A Fábula do Lobo que Amou a Lua


*Poesia Premiada com Menção Honrosa no "XVIII Prêmio Moutonnée de Poesia 2008".


A Fábula do Lobo que Amou a Lua

A fábula aconteceu em uma noite nua,
Despida de estrelas, coberta por crendices,
À noite em que um homem tolo amou a lua,
Amantes do impensável derrotaram a tolice.

Por toda a floresta refletia seu luar,
A sua imponência conquistava quem olhasse,
E o homem se mutava a ponto de uivar,
Deixou que a insanidade obscura o dominasse.

Apenas um humano que a ausência transformou,
Deixou sua família porque algo o atraía,
Em uma matilha semelhança encontrou,
Sabia que um porém vivamente o conduzia.

Nunca outro alguém ousou o contestar,
Deixou a selva rude, nomeada de urbana,
Aquilo nunca mais seria o seu lar,
E não se contentou, nem com uma cabana,

Integrou-se ao mato, que lhe fazia bem,
E esqueceu de fato que um dia fora homem.

Tudo pela sua... Idolatrada lua,
Que não o abandonara na dura solidão,
Ela o visitava sempre que podia,
E ele aguardava com muita excitação.

Uma vez por mês, bem longe da aldeia,
No meio da floresta ele amava a lua cheia.
-
Esta é a fábula de uma noite nua,
A fábula do lobo, a fábula da Lua.
Esta é a fábula de uma noite nua,
A fábula do lobo que amou a Lua.

(Compositor: Michel F.M.)

12 comentários:

Anônimo disse...

PARABENS.INTENSO E VERDADEIRO.ADOREI O BLOG. KATIA PSI.

Suzy Potter disse...

Parabéns!!! Muito legal!!! bjusss

Kecita disse...

A lua... A cruel amante de fases!

Muito profundo! PARABENS!

ana.d.w disse...

Muito bom o post, adorei!

Cristina e Márcia disse...

Que lindo poema! ..."fábula do lobo que amou a lua, fábula de uma noite nua"
E lindo o nome do seu blog! Expressa bem as contradições dessa nossa vida inesperada.
Obrigada por partilhar tanto sentimento...
Beijos, Marcia

angel disse...

Muito linda sua poesia.
É a paixão transformando o homem e formando o mito. Lua dos aflitos, Lua dos enamorados, Lua dos lobos uivantes. Lua dos sentimentos feridos. Lua dos delírios claros e das loucuras mais obscuras.
Abraço enorme poeta!
Angel

Cristina e Márcia disse...

Lua cheia e lobo...eternos amantes...eterna atração!!!
Também sou amante das noites de lua cheia,e sempre que posso escrevo algo sobre o meu fascínio.
Lindo e tocante! Merecidíssimo prêmio.
Bjs de magia,
Cris

Ianê Mello disse...

É...dá o que pensar, Michel.

A vontade oculta e presente em muitos de nós de abandonarmos nosso lado humano e retomarmos, integralmente, o animal que existe em nós.

"...um humano que a ausência transformou"

Ausência de sentido na vida, no ser humano?

Reflexões...

Bom...muito bom.

Beijos

Dora Nascimento disse...

Adoro Fábulas...
tudo se faz então uma lição dentro das metáforas.
A Noite Nua é uma Lua,
tudo no signo do feminino
seduzindo e acalentando,
o Homem, é um Lobo que se (des)encanta
dentro para fora do masculino

ANA LUA disse...

Ta...to sem palavras..acho que todos ja falaram...lindo,belo,interso...
sim é isso tudo...
e me tocou profundamente...talvez por essa musa, a Lua, me envolver tanto, talvez, por suas palavras me acertaram no fundo da alma...ADOREI!!!
bj

Geysa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lua disse...

Escreva mais sobre a lua.....

Related Posts with Thumbnails