sábado, 5 de julho de 2008

Jump City


Jump City


Sejam bem-vindos a esse lugar,
As portas abertas te pedem pra entrar,
Sejam bem-vindos a minha casa,
Sua imaginação terá que criar asas.
Um ambiente bem diferente,
De tudo o que viu ou ouviu falar,
Abra mão dos seus preconceitos,
Nessa cidade você não pode usar.
Sua neurose e seus nobres conceitos,
São obsoletos você não vai precisar,
Os pequenos começam,
Os grandes vão terminar.
Grandes por dentro pequenos por fora,
Realeza interna que ilumina a aurora,
Essa é a vila onde nasci,
Entre na fila o paraíso é aqui.

Eu nasci, eu cresci em Jump City,
Eu amei, eu sonhei em Jump City,
Eu chorei, mas acreditei em Jump City,
Eu vivi, vivi em Jump City.

Não seremos castigados, chega de punição,
Longe do que é errado, pra viver não peça permissão.
Não seremos obrigados, a fazer coisas sem opção,
Só faça o que te faz bem, mas não faça mal a ninguém,
Foi aqui que nasci, foi assim que vivi.

Eu nasci, eu cresci em Jump City,
Eu amei, eu sonhei em Jump City,
Eu chorei, mas acreditei em Jump City,
Eu vivi, vivi em Jump City.

No passado um Índio apontou,
Do alto do morro e sem mágoas,
Ele nomeou a terra do Salto das Águas.
Venham conosco, a profecia vai se concretizar,
Em Jump City, tudo o que buscam irão encontrar,
Jump City é aqui, Jump City é ali, Jump City é assim,
Sempre um começo nunca um fim.

Eu nasci, eu cresci em Jump City,
Eu amei, eu sonhei em Jump City,
Eu chorei, mas acreditei em Jump City,
Eu vivi, vivi em Jump City.

(Compositor: Michel F.M.)

Um comentário:

Cris Valmont disse...

Eu também amei e chorei aqui... rs.

Félicitations!

Related Posts with Thumbnails